Buscar
Home >> Informação Técnica >> Projetos >> Edificações Residenciais >> Edifício Castelo de Leiria

Edifício Castelo de Leiria 

Recife (PE)



Injeção de microcimento para reação álcali agregado


Proprietário:
Edifício Castelo de Leiria

Contratante: Concrefix Engenharia Ltda.

Localidade: Recife (PE)

Data: Junho a Julho/2005

Distribuidor: Casimper – Casa do Impermeabilizante Ltda.

Produtos Utilizados:
Kure-N-Harden – Endurecedor químico
Rheobuild 2000 PF - Aditivo especial redutor de água de alta performance
Rheocem 30 (ex-Rheomix MC 30) – Microcimento para injeção em solo, rocha e estrutura de concreto

Segmento de Mercado: Edificações Residenciais

Área total: 15 blocos/pilares de fundação do edifício


Descrição:

O bloco de concreto de fundação apresentava muitas microfissuras, um tipo de problema muito específico e raro em Recife, causando grandes temores aos moradores do edifício devido ao risco de desabamento. 

O objetivo não foi apresentar uma solução definitiva contra a reação de álcali agregado, mas sim a necessidade de um procedimento adequado quanto a monolitização do bloco de concreto e sua estanqueidade, com custo benefício satisfatório e utilizando os produtos com a qualidade e tecnologia BASF.


Desafio:

Restaurar blocos/pilares do Edifício Castelo de Leiria, que apresentavam alto nível de reação do álcali agregado; reforçar a estrutura e realizar a contenção imediata do processo evolutivo da reação.


Solução:

Foi utilizado o microcimento RHEOCEM 30 (ex-RHEOMIX MC 30) para injeção na estrutura do bloco de fundação, servindo para preenchimento de vazios da estrutura de concreto para consolidação e estanqueidade no tratamento das microfissuras existentes.  

Mesmo com pegas inicial e final mais rápidas que os cimentos tradicionais e finos, em uma determinada situação utilizou-se o endurecedor químico KURE-N-HARDEN como acelerador de pega na mistura de RHEOCEM 30 (ex-RHEOMIX MC 30), o que permitiu um melhor avanço de tempo e produtividade na obra.

O aditivo RHEOBUILD 2000 PF foi aplicado como aditivo superplastificante para maior utilização e alta performance da calda de microcimento. Uma armadura de pele do bloco serviu como cinta de reforço do pilar evitando a expansão do bloco, finalizado com o lançamento do concreto auto-adensável com 50 mpa de resistência, compactando e finalizando o selamento da superfície contra a absorção de água.


Conclusão:

O auxilio técnico desenvolvido pela distribuidora, em conjunto com a BASF Construction Chemicals Brasil, proporcionou ao cliente um sistema eficiente, inovador e diferenciado, como uma alternativa de solução para o tipo de patologia que é raro em Recife, necessitando ainda gerar muitos estudos ao longo dos anos para chegar-se a uma solução definitiva na reação química do concreto.

Determinante em todo o processo foi a confiabilidade e garantia firmada pela distribuidora que, com uma forte atuação no mercado, apresentou os produtos da BASF Construction Chemicals Brasil (RHEOCEM 30 (ex-RHEOMIX MC 30), KURE-N-HARDEN e RHEOBUILD 2000 PF) como alternativas contra a reação de álcali agregado.




Situação do piso encontrada pelo distribuidor




Preparação para aplicação de RHEOCEM 30 (ex-RHEOMIX MC 30)




Aplicação de RHEOCEM 30 (ex-RHEOMIX MC 30) monitorada pelo distribuidor




Aplicação de RHEOCEM 30 (ex-RHEOMIX MC 30) monitorada pelo distribuidor




Resultado final

DisclaimerCreditsData ProtectionCopyright BASF S.A. 2009
BASFCC.Moss.Core.wsp 1.0.0.12 - S:24 T:23/9/2014 10:23:30